quarta-feira, 22 de setembro de 2010


Egon Schiele - The Embrace (Lovers II)



for him

Te quero eterno em meus instantes
e, assim sendo,
que sejas fugaz em minhas constâncias,
solar em meus invernos,
tormenta em meus dias pares,
e absurdo nos ímpares.
Que me acompanhes,
mesmo quando eu insistir em não ir,
e não me sigas em minhas determinações,
simplesmente me olhes,
e eu pararei a tempo: te encontrei...

3 comentários:

Pedro Vianna disse...

Realmente inquietante! Gostei... e já estou seguindo. Visite o meu blog. Lá poderás conferir meus poemas, contos e críticas literárias.

www.palavraprecipicio.blogspot.com

Gleise disse...

Obrigada pela vista Pedro...

Aislan disse...

muito bom viun Gleise
era exatamente o que eu estava
precisando ler.
também tenho um blog
pode espiar se quiser
http://pensamentosloucospensamentos.blogspot.com/
tudo de bom para você!!!!!!!