segunda-feira, 7 de abril de 2008

Gustave Courbet, The Oak at Flagey, 1864

Um comentário:

Diego Viana disse...

Adoro Courbet. Infelizmente, pouco valorizado fora da França.